22.1.09

dedo podre?

Minha mãe sempre me disse que eu tenho dedo podre pra escolher homens. Ela fala isso rindo, quase de brincadeira, mas eu sinto que na fala dela há sim um quê de verdade. Dizem que mãe sempre tem razão, e isso é ainda mais evidente quando alguns amigos repetem a mesma frase da sua mãe, por centenas e centenas de vezes.
Dedo podre ou não, acho que se a gente entra em roubadas normalmente, posso afirmar com absoluta convicção que a solteirice é ainda mais propícia à escolhas erradas. Meu Deus do Céu, será que estar solteira é diretamente proporcional à piores escolhas amorosas? Ou será que quando a gente está sem namorado a gente fica mais condizente, mais esperançosa, mais "aberta" pras diversidades e, assim, encontre mais erva daninha pelo caminho?
Eu não sei bem. Só sei que muitas de nós podemos lembrar com nitidez dos piores encontros da vida. Saídas com pessoas nada a ver, com o papo nada a ver e mais do que isso, tudo nada a ver. E de repente se encontrar consigo mesma no meio da noite: "O que eu estou fazendo aqui com essa pessoa???". E voltar pra casa se arrependendo amargamente da escolha equivocada e depois não se arrepender mais, porque sempre sobram boas estórias e gargalhadas com os amigos.
Lembro de uma entrevista de alguma atriz (que eu não me lembro o nome agora) dizendo que certa vez saiu com um homem e, no meio do jantar, notou que ela e ele eram completamente diferentes e que aquilo não ia dar certo. Ela simplesmente virou pro rapaz e disse: "Por favor, vamos nos poupar desse constrangimento..."
Quantas vezes não dá vontade de dizer isso mesmo? Quantas vezes o desconforto é mútuo? Porque muitas vezes as duas pessoas sentem que o encontro é uma furada, mas insistem apenas pela pura delicadeza com o outro. E o outro também está ali, doido para embora.
Pior que dedo podre é insistir numa roubada. Que a sensatez da atriz da entrevista nos inspire: ao sentir cheiro de perda de tempo no ar, melhor se poupar.
E que as mães continuem nos alertando (mesmo que a gente não acredite nelas).

8 comentários:

  1. Samara23.1.09

    Vamos fundar um clube pra Dedo Podre! mas ainda bem que agora vamos apenas optar pela categoria: "Homem Roman"!!!!

    ResponderExcluir
  2. aff... como essa aí de cima, eu tenho amigas queridas e lindas que sofrem do mesmo mal... isso existe mesmo! e tem mais: pela minha experiência, essa expressão "dedo podre" sempre surge na vida da pessoa através de uma outra mulher da família (pode ser a mãe, a irmã, a prima...). acho que isso dá uma pesquisa seríssima!!!!

    ResponderExcluir
  3. Alguma hora esse "dedo podre" vai ter que errar, aí......

    ResponderExcluir
  4. Samara24.1.09

    Assim esperamos!!!!

    ResponderExcluir
  5. Luna Itapema24.1.09

    Hahaha. Quando estiver com um "Homem Roman", é sinal de que o dedo podre falhou! Oba!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo29.1.09

    Deus! Dai-nos o 'Homem Roman'....

    ResponderExcluir
  7. gente! voces estão loucas??????

    o que seria dos nossos cafés com bolacha e gargalhadas altas se não fossem os dedos podres!!!! viva o dedo podre ! Ele nos garante a alegria!

    ResponderExcluir
  8. adorei, lady! é isso aí!

    ResponderExcluir